02 de Junho de 2010

Infantil:


Conversas com Versos (poesia). Lisboa: Afrodite, 1968.

 

Figuras Figuronas (poesia). Lisboa: Portugália, 1969.

 

O Poeta faz-se aos Dez Anos. Lisboa: Assírio & Alvim, 1974.

 

Ulisses. Lisboa: Cabra Cega, 1972.

 

A Pedra Azul da Imaginação (poesia). Lisboa: Plátano 1975.

 

Um + Um = Dois Amigos. Lisboa: Plátano 1976.

 

Lengalenga do Vento. Lisboa: Plátano Editora, 1976.

 

A Chave Verde ou os meus Irmãos. S.l.: Eixo, 1977.

 

Hoje Há Palhaços (com António Torrado). Lisboa: Plátano, 1977.

 

E Pronto ! Lisboa: Plátano, 1977.

 

Primeira Aventura no País do João. (B.D. de Pedro Massano), 1977.

 

Semana Sim, Semana Sim. Lisboa: Plátano, 1979.

 

Um Peixe no Ar (poesia). Lisboa: Plátano, 1980.

 

O Ouriço-Cacheiro Espreitou Três Vezes. Porto: Asa, 1981.

 

O que é que Aconteceu na Terra dos Procópios? Lisboa: Moraes Editores, 1980.

 

A Água que Bebemos (B.D. de Artur Correia). Lisboa: Caminho, 1981.

 

O Livro das Sete Cores (poesia, com António Torrado). Lisboa: Moraes Editores, 1983.

 

O Tritão Centenário. Lisboa: Dom Quixote, 1984.

 

Esta Palavra Concelho (B.D. de Artur Correia). Lisboa: Sismet, 1984.

 

Histórias em Ponto de Contar (com António Torrado, sobre desenhos de Amadeo de Souza-Cardoso) Lisboa: Comunicação, 1984 . nova edição  2010 Assirio e Alvin.

 

Dez Dedos Dez Segredos. Lisboa: Ed. Latina, 1985; Porto: Asa.

 

Aventuras da Engrácia. Porto: Asa, 1985.

 

O Sétimo Descarrilamento (com Carlos Correia). Lisboa: O Jornal, 1985.

 

O Retrato em Escadinha. Lisboa: Livros Horizonte, 1985.

 

Este Concelho de Oeiras (B.D. de Artur Correia). Lisboa: Sismet, 1985.

 

Corre, Corre, Pintainho. Lisboa: Plátano, 1988.

 

À Beira do Lago dos Encantos (teatro) Lisboa: Rolim, 1988.

 

Um Camaleão na Gaveta. Lisboa: Plátano, 1988.

 

Uma História em Quadradinhos (com António Torrado). Porto: Asa, 1988.

 

Histórias de Tempo Vai, Tempo Vem. Lisboa: Desabrochar, 1988.

 

Histórias e Canções em Quatro Estações (coord. e colab. - 4 vols. Livro/k7). Lisboa: Lisboa Editora/Polygram, 1988.

 

Quem faz hoje anos? Lisboa: Círculo de Leitores/Caminho, 1988.

 

Crescendo e aprendendo. Lisboa: Instituto de apoio à criança, 1988.

 

A Galinha Poedeira. Porto: Desabrochar, 1989.

 

A Porquinha Asseada. Porto: Desabrochar, 1989.

 

O Coelho Comilão. Porto: Desabrochar, 1989.

 

O Cão Pastor. Porto: Desabrochar, 1989.

 

O Meu Livro de Natal. Porto: Desabrochar, 1991.

 

No Coração do Trevo (poesia). Lisboa: Verbo, 1992.

 

Uma Palmada na Testa. Lisboa: Verbo, 1993.

 

Pêra Perinha. Coimbra: Arnado, 1993.

 

A Gaveta das Histórias. Lisboa: Bertrand, 1995.

 

Sigam a Borboleta! Lisboa: Bertrand, 1996.

 

Ao lado dos bichos da seda. Macedo de Cavaleiros: Câmara Municipal, 1999.

 

A visita à Madrinha, Contos da Cidade das Pontes. Porto: Ambar, 2001.

 

A uma árvore amiga, Histórias da árvore dos sonhos. Vila Nova de Gaia: Ilha Mágica, 2002.

 

Hoje também há palhaços (com António Torrado) Porto: Asa, 2002.

 

100 Histórias de todos os tempos. Porto: Asa, 2002.

 

A água da minha infância, água 4 contos. Fundação Luso, 2003.

 

Passinhos da Mariana. Porto: Asa, 2004.

 

Camões, o Super Herói da Língua Portuguesa. Porto: Asa, 2010.

 

 

 

Poesia (não infantil)


Intervalo (1952).

 

Cântico de Barro. Lisboa: Portugália Editora, 1954.

 

A Palavra Imperceptível. Lisboa: s.n., 1955.

 

Oração de Páscoa. 1958.

 

Água Memória. Fundão: Jornal do Fundão, 1960.

 

Poesias Escolhidas. Covilhã: Edições Pedras Brancas, 1962.

 

A Pegada do Yeti. Lisboa: Moraes, 1962.

 

Os Mosquitos de Suburna. Edições Pedras Brancas, 1967.

 

O Robot Sensível. Lisboa: Plátano Editora, 1978.

 

O Jogo dos Silêncios. Lisboa: Hugin Editores, 1996.

 

 

Ensaio:


O Que É Imaginação. Lisboa: Difusão Cultural, 1993.

 

Imaginação. Porto: Asa, 2003.

 

 

 

Antologias e obras colectivas organizadas pela autora:


Antologia da novíssima poesia portuguesa (em colaboração com E. M. de Melo e Castro). Lisboa, Morais 1959, Moraes 1969 e 1979.

 

Histórias nunca lidas. Lisboa: Fund. Calouste Gulbenkian, 1991.

 

Outras vozes também nossas. Lisboa: Fund. Calouste Gulbenkian, 1993.

 

 

Colecção 1001 Detectives, escrita a três, com Natércia Rocha e Carlos Correia:

 

O Mistério do Falcão Azul. Lisboa: Caminho, 1987.

O Mistério do Carburador Salgado. Lisboa: Caminho, 1987.

O Mistério do Poço da Morte. Lisboa: Caminho, 1988.

O Mistério das Bonecas Holandesas. Lisboa: Caminho, 1988.

O Mistério do Nevão Assombrado. Lisboa: Caminho, 1989.

O Mistério da Marioneta Assassina. Lisboa: Caminho, 1989.

O Mistério da Carruagem. Lisboa: Caminho, 1989.

O Mistério das Portas Mal Fechadas. Lisboa: Caminho, 1990.

O Mistério do Bota d'Ouro. Lisboa: Caminho, 1990.

O Mistério do Motorista Chinês. Lisboa: Caminho, 1990.

O Mistério do Crime Mais-Que-Perfeito. Lisboa: Caminho, 1991.

O Mistério do Passageiro das Peúgas Amarelas. Lisboa: Caminho, 1991.

O Mistério das Galinhas Espavoridas. Lisboa: Caminho, 1991.

O Mistério das Motas Sepultadas. Lisboa: Caminho, 1992.

O Mistério da Ruiva Ifigénia. Lisboa: Caminho, 1992.

O Mistério dos Cheques Carecas. Lisboa: Caminho, 1993.

publicado por Maria Alberta Menéres às 02:11
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2020
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
gosto muito dos pirilamposfizeram parte da minha i...
Prezada Andreia Natali Escreva-me para eugeniamec@...
Lindíssima!
A CRISE está ai. Instalada! Vamos desmitificá-la c...
Novo livro Saude 24 horasNovo livro Saude 24 horas...
Cara Maria Alberta Menéres, desconhecia completame...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
Prezada Maria Alberta,Nós, do J. Piaget Sistema de...
Olá, Somos duas estudantes do ensino secundário e ...
blogs SAPO