02 de Junho de 2010

Infantil:


Conversas com Versos (poesia). Lisboa: Afrodite, 1968.

 

Figuras Figuronas (poesia). Lisboa: Portugália, 1969.

 

O Poeta faz-se aos Dez Anos. Lisboa: Assírio & Alvim, 1974.

 

Ulisses. Lisboa: Cabra Cega, 1972.

 

A Pedra Azul da Imaginação (poesia). Lisboa: Plátano 1975.

 

Um + Um = Dois Amigos. Lisboa: Plátano 1976.

 

Lengalenga do Vento. Lisboa: Plátano Editora, 1976.

 

A Chave Verde ou os meus Irmãos. S.l.: Eixo, 1977.

 

Hoje Há Palhaços (com António Torrado). Lisboa: Plátano, 1977.

 

E Pronto ! Lisboa: Plátano, 1977.

 

Primeira Aventura no País do João. (B.D. de Pedro Massano), 1977.

 

Semana Sim, Semana Sim. Lisboa: Plátano, 1979.

 

Um Peixe no Ar (poesia). Lisboa: Plátano, 1980.

 

O Ouriço-Cacheiro Espreitou Três Vezes. Porto: Asa, 1981.

 

O que é que Aconteceu na Terra dos Procópios? Lisboa: Moraes Editores, 1980.

 

A Água que Bebemos (B.D. de Artur Correia). Lisboa: Caminho, 1981.

 

O Livro das Sete Cores (poesia, com António Torrado). Lisboa: Moraes Editores, 1983.

 

O Tritão Centenário. Lisboa: Dom Quixote, 1984.

 

Esta Palavra Concelho (B.D. de Artur Correia). Lisboa: Sismet, 1984.

 

Histórias em Ponto de Contar (com António Torrado, sobre desenhos de Amadeo de Souza-Cardoso) Lisboa: Comunicação, 1984 . nova edição  2010 Assirio e Alvin.

 

Dez Dedos Dez Segredos. Lisboa: Ed. Latina, 1985; Porto: Asa.

 

Aventuras da Engrácia. Porto: Asa, 1985.

 

O Sétimo Descarrilamento (com Carlos Correia). Lisboa: O Jornal, 1985.

 

O Retrato em Escadinha. Lisboa: Livros Horizonte, 1985.

 

Este Concelho de Oeiras (B.D. de Artur Correia). Lisboa: Sismet, 1985.

 

Corre, Corre, Pintainho. Lisboa: Plátano, 1988.

 

À Beira do Lago dos Encantos (teatro) Lisboa: Rolim, 1988.

 

Um Camaleão na Gaveta. Lisboa: Plátano, 1988.

 

Uma História em Quadradinhos (com António Torrado). Porto: Asa, 1988.

 

Histórias de Tempo Vai, Tempo Vem. Lisboa: Desabrochar, 1988.

 

Histórias e Canções em Quatro Estações (coord. e colab. - 4 vols. Livro/k7). Lisboa: Lisboa Editora/Polygram, 1988.

 

Quem faz hoje anos? Lisboa: Círculo de Leitores/Caminho, 1988.

 

Crescendo e aprendendo. Lisboa: Instituto de apoio à criança, 1988.

 

A Galinha Poedeira. Porto: Desabrochar, 1989.

 

A Porquinha Asseada. Porto: Desabrochar, 1989.

 

O Coelho Comilão. Porto: Desabrochar, 1989.

 

O Cão Pastor. Porto: Desabrochar, 1989.

 

O Meu Livro de Natal. Porto: Desabrochar, 1991.

 

No Coração do Trevo (poesia). Lisboa: Verbo, 1992.

 

Uma Palmada na Testa. Lisboa: Verbo, 1993.

 

Pêra Perinha. Coimbra: Arnado, 1993.

 

A Gaveta das Histórias. Lisboa: Bertrand, 1995.

 

Sigam a Borboleta! Lisboa: Bertrand, 1996.

 

Ao lado dos bichos da seda. Macedo de Cavaleiros: Câmara Municipal, 1999.

 

A visita à Madrinha, Contos da Cidade das Pontes. Porto: Ambar, 2001.

 

A uma árvore amiga, Histórias da árvore dos sonhos. Vila Nova de Gaia: Ilha Mágica, 2002.

 

Hoje também há palhaços (com António Torrado) Porto: Asa, 2002.

 

100 Histórias de todos os tempos. Porto: Asa, 2002.

 

A água da minha infância, água 4 contos. Fundação Luso, 2003.

 

Passinhos da Mariana. Porto: Asa, 2004.

 

Camões, o Super Herói da Língua Portuguesa. Porto: Asa, 2010.

 

 

 

Poesia (não infantil)


Intervalo (1952).

 

Cântico de Barro. Lisboa: Portugália Editora, 1954.

 

A Palavra Imperceptível. Lisboa: s.n., 1955.

 

Oração de Páscoa. 1958.

 

Água Memória. Fundão: Jornal do Fundão, 1960.

 

Poesias Escolhidas. Covilhã: Edições Pedras Brancas, 1962.

 

A Pegada do Yeti. Lisboa: Moraes, 1962.

 

Os Mosquitos de Suburna. Edições Pedras Brancas, 1967.

 

O Robot Sensível. Lisboa: Plátano Editora, 1978.

 

O Jogo dos Silêncios. Lisboa: Hugin Editores, 1996.

 

 

Ensaio:


O Que É Imaginação. Lisboa: Difusão Cultural, 1993.

 

Imaginação. Porto: Asa, 2003.

 

 

 

Antologias e obras colectivas organizadas pela autora:


Antologia da novíssima poesia portuguesa (em colaboração com E. M. de Melo e Castro). Lisboa, Morais 1959, Moraes 1969 e 1979.

 

Histórias nunca lidas. Lisboa: Fund. Calouste Gulbenkian, 1991.

 

Outras vozes também nossas. Lisboa: Fund. Calouste Gulbenkian, 1993.

 

 

Colecção 1001 Detectives, escrita a três, com Natércia Rocha e Carlos Correia:

 

O Mistério do Falcão Azul. Lisboa: Caminho, 1987.

O Mistério do Carburador Salgado. Lisboa: Caminho, 1987.

O Mistério do Poço da Morte. Lisboa: Caminho, 1988.

O Mistério das Bonecas Holandesas. Lisboa: Caminho, 1988.

O Mistério do Nevão Assombrado. Lisboa: Caminho, 1989.

O Mistério da Marioneta Assassina. Lisboa: Caminho, 1989.

O Mistério da Carruagem. Lisboa: Caminho, 1989.

O Mistério das Portas Mal Fechadas. Lisboa: Caminho, 1990.

O Mistério do Bota d'Ouro. Lisboa: Caminho, 1990.

O Mistério do Motorista Chinês. Lisboa: Caminho, 1990.

O Mistério do Crime Mais-Que-Perfeito. Lisboa: Caminho, 1991.

O Mistério do Passageiro das Peúgas Amarelas. Lisboa: Caminho, 1991.

O Mistério das Galinhas Espavoridas. Lisboa: Caminho, 1991.

O Mistério das Motas Sepultadas. Lisboa: Caminho, 1992.

O Mistério da Ruiva Ifigénia. Lisboa: Caminho, 1992.

O Mistério dos Cheques Carecas. Lisboa: Caminho, 1993.

publicado por Maria Alberta Menéres às 02:11
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
arquivos
2014
2013
2012
2011
2010
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Prezada Andreia Natali Escreva-me para eugeniamec@...
Lindíssima!
A CRISE está ai. Instalada! Vamos desmitificá-la c...
Novo livro Saude 24 horasNovo livro Saude 24 horas...
Cara Maria Alberta Menéres, desconhecia completame...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
Prezada Maria Alberta,Nós, do J. Piaget Sistema de...
Olá, Somos duas estudantes do ensino secundário e ...
Boa noite, espero que esteja melhor, pois hoje não...
blogs SAPO